Roteiro em Foz do Iguaçu – principais atrativos

No sul do Brasil está uma das mais belas paisagens que a própria natureza se encarregou de arquitetar, as cataratas. E também uma das maiores obras que o homem construiu, a usina de Itaipu. Isso faz de Foz do Iguaçu uma cidade de superlativos, mas acredite, ela é muito mais do que isso.

É exemplo de integração, onde três países de culturas distintas convivem em perfeita harmonia. Dois rios formam três fronteiras. Duas pontes unem o Brasil a Puerto Iguazu, na Argentina, e Ciudad del Este, no Paraguai. São elas respectivamente a Ponte da Fraternidade e a Ponte da Amizade. A população de cada cidade sabe o que acontece na cidade vizinha e a política da boa vizinhança dá as caras aqui apesar da diferença de idioma.

É um destino em constante movimento, seguindo o exemplo das águas que por ali escoam. É justamente as águas, do Rio Paraná e do Rio Iguaçu, que fazem de Foz do Iguaçu um dos destinos mais desejados pelos viajantes.

Opções para se maravilhar não são poucas: O encanto das quedas das Cataratas do Iguaçu, o canto dos pássaros do Parque das Aves, a energia da Usina de Itaipu, o silêncio do Templo Budista, o símbolo do respeito entre as três nações no Marco das Américas, a tolerância religiosa representada nas orações e Mesquitas ali presente, os sabores das 72 etnias que estão presentes na gastronomia, assim como as histórias e curiosidades que são contadas ao longo do percurso do city tour pela cidade.

Roteiro em Foz do Iguaçu - Itaipu Binacional (15)

Tudo isso está na área da tríplice fronteira, onde vivem mais de 700 mil habitantes, quase 264 mil na cidade brasileira e o restante dividido entre Puerto Iguazu e Ciudad del Este. Nossos hermanos também têm bons atrativos para uma visita.

Um pouco de tudo isso nos deixou com vontade de conhecer mais esse destino. Vivenciar todas essas experiências nos trouxe até aqui (ainda que tardiamente), para agora poder te dizer: deixe-se levar pelos encantos do terceiro principal destino turístico brasileiro em quantidade de visitantes estrangeiros. Este que vem fascinando a todos desde que o patrono das cataratas, Santos Dumont, o revelou ao mundo ao dizer que “sem exagero nenhum, é uma maravilha”.

Quando ir a Foz do Iguaçu

Em qualquer época do ano vale a pena. Na primavera e verão a incidência de chuvas é maior, aumentando assim o volume das águas. Consequentemente a vazão das águas nas quedas das cataratas é mais intenso e a probabilidade de ver as comportas da usina abertas também aumentam.

Porém, é a época em que a cidade mais recebe visitantes e você vai precisar de mais tempo para visitar cada atrativo da cidade e fazer reservas com bastante antecedência.

Roteiro em Foz do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu (25)

No outono e inverno, o volume de chuvas é bem menor. Com isso as queda de águas nas cataratas diminui, algumas até somem, mas não perdem a beleza. Na usina é mais difícil para ver as comportas abertas. O lado bom é que o numero de visitantes é menor. Assim você consegue aproveitar melhor os atrativos e também consegue alguns preços promocionais.

Quanto tempo para conhecer Foz do Iguaçu

Para conhecer apenas os principais atrativos, um final de semana é suficiente. Mas se você gosta de explorar o destino e ir de leve, reserve cinco dias inteiros. Sim, há muita coisa para ser vista na cidade, nas Cataratas, na Usina e nas cidades vizinhas.

Roteiro em Foz do Iguaçu - CityTour

Como chegar a Foz do Iguaçu

De avião: Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu – Rod. BR 469, km 16,5. Fica a 13 km do centro da cidade. Cias aéreas: Azul, Gol ou Latam. Para chegar ao seu hotel você pode contratar serviço de transfer, alugar um carro, pegar um táxi ou ônibus.

De ônibus: Rodoviária de Foz do Iguaçu – Avenida Costa e Silva, 1.601. Fica a 5 km do centro da cidade. Principais viações: Itapemirim, Viação Garcia, Catarinense, Princesa dos Campos, Pluma, Nacional Expresso, Reunidas, Kaiowa e Nova Integração. Para chegar ao seu hotel você pode contratar serviço de transfer, alugar um carro, pegar um táxi ou ônibus urbano.

De carro: Chegada pela rodovia BR – 277, com pedágios. Está distante 630 km da capital do estado Curitiba.

Onde nos hospedamos

Nós ficamos hospedados no Nadai Confort Hotel e SPA. Escolhemos pelas avaliações que lemos sobre ele.

Pontos positivos: O atendimento é muito bom e os funcionários são solícitos. O café da manhã é variado e de boa qualidade.

Roteiro em Foz do Iguaçu - Hotel Nadai (1)

Pontos negativos: Não tem nenhum sistema antirruído, dá para ouvir todo o barulho da rua e o dos outros hóspedes. A localização não é muito boa, pois não tem muitos restaurantes e nem atrativos próximos.

Nosso roteiro em Foz do Iguaçu

Caso tenha curiosidade, preparamos em um arquivo PDF o nosso roteiro em Foz do Iguaçu. Você pode fazer download clicando aqui.

Roteiro em Foz do Iguaçu (9)

Roteiro em Foz do Iguaçu para a nossa próxima visita:

Foz do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu: Macuco Safari e Rafting.

Itaipu Binacional: Iluminação da barragem, Almoço parque tecnológico, Polo Astronômico, Refugio Biológico e Kattamaram.

Skydive

Passeio de Helicóptero

Ciudad del Este – Paraguai

Basicamente compras

Puerto Iguazu – Argentina

Icebar Iguazú

Cataratas lado Argentino: Luau nas cataratas; Caminho verde; Circuito superior e inferior; Sendero macuco y Salto arrechea; Trem da selva e Garganta do diabo.

4 comentários em “Roteiro em Foz do Iguaçu – principais atrativos

Comente à vontade :)